O que é essa tal de web 2.0?

O movimento web 2.0 trouxe um novo conceito de como fazer boa internet. Foi o tempo em que os leitores de um determinado site ou portal eram meramente leitores. Por que esse crescimento tão grande dos blogs e sites de relacionamentos? Porque as pessoas querem cada vez mais participar de decisões e promoções?
Ouvi um podcast esses dias que falava sobre o assunto. A diretora de novos negócios e internet da UOL colocou uma frase interessante na mesa do debate: “Todos os leitores tem um lado jornalístico a ser explorado. É nossa missão aproveitar esse conteúdo para uma boa internet”. Não foram exatamente com essas palavras, mas deu pra expressar o que ela quis dizer.

Imagina a enxurrada de emails e conteúdo participativo que esses blogs e sites recebem. Fica impossível andar no mesmo rítimo dos leitores. Por que você acha que existe tantas promoções do tipo “faça seu vídeo e concorra a tal coisa”? Ou, “seja você o primeiro a criar tal coisa e ganhe prêmios”. As pessoas querem e precisam participar. Como um cinegrafista pode capturar tantas imagens em tempo real sendo que pode ter um leitor no lugar do acontecimento filmando tudo do celular? Impossível se fazer um conteúdo de extrema agilidade e qualidade sem precisar da participação das pessoas.

A web 2.0 obriga o designer a pensar na questão social que envolve um projeto. Obriga a pensar que tipo de layout seria mais adequado para o publico alvo “x” ou “y”. Ele (o web designer) precisa da pesquisa pra fazer isso, precisa da opinião dos leitores, o que conseqüentemente traz muito mais qualidade ao projeto em todas das áreas. Tanto na usabilidade, quando na funcionalidade, direcionamento, design, redação e etc.

Outra coisa interessante é que a web 2.0 ao contrario do que parece não se resume em novas tecnologias e sim no comportamento do usuário com a máquina, na participação, colaboração e democracia. O usuário tem poder agora, ele é a peça chave na geração de conteúdo, podendo classificar notícias, comentar, criticar e interagir com interfaces inteligentes.

Não sei se deu pra explicar com todos os detalhes o que é essa tal de web 2.0, mas já é um começo.

Abraços e até a próxima!

Deixe uma resposta