Você é o que você come!

O avanço da tecnologia na indústria de alimentos aumentou o consumo de produtos industrializados, isso porque eles são preparados com mais rapidez e facilidade, aspectos indispensáveis em tempos de correria e estresse, né? Essa troca de alimentos in natura pelos industrializados é, certamente, um dos principais fatores para muito dos problemas relacionados à obesidade e distúrbios alimentares, ou seja, todo cuidado é pouco quando falamos em alimentação saudável.

Quer uma alimentação saudável sem abrir mão do que gosta?

Você é o que você come aparece como uma premissa, lembrando como nossa alimentação diz muito sobre a gente: quem somos, como estamos e para onde vamos. E de certa forma, uma alimentação bem estruturada é um tanto quanto decisiva nisso, isso porque uma pessoa com hábitos alimentares saudáveis e praticante de exercícios físicos regulares se satisfaz mais facilmente com sua aparência, assim como apresenta menores riscos para doenças.

Que a população vem se adaptando aos novos sabores, não temos dúvida, mas também não tem levado uma vida condizente com a super-alimentação característica da atualidade. Comemos mais do que precisamos e vivemos com mais acessos e excessos, sendo basicamente uma época em que a indústria promove o consumo de produtos saborosos e com custo relativamente baixo, modificando aos poucos os desejos e o perfil alimentar da população.

A pergunta que não quer calar: vou ter que parar de comer tudo que gosto? NÃO! Basta equilibrar a alimentação, sem necessariamente cortar lanches, massas, chocolates, mas sempre atento às quantidades, deixando para consumir mais nos finais de semana. Mudar o conceito que se tem sobre alimentação é complexo, mas mudar hábitos de consumo, incluindo prática de exercícios físicos e uma boa orientação sobre o que pode ou não comer (preferencialmente sem privações), é bem fácil.

Quer algumas dicas de como lidar com esse desafio? Então, anota aí: realize de cinco a seis refeições por dia mantenha horários fixos para isso; mastigue bem os alimentos; beba bastante líquido (águas e sucos), dê preferências às preparações grelhadas, assadas ou cozidas; prefira sal e limão para temperar saladas; troque o açúcar branco pelo adoçante; evite ao máximo produtos industrializados e, para complementar: pratique exercícios diariamente!

1 thought on “Você é o que você come!

  1. Boa tarde Mariana,
    Tambem sou nutricionista e achei muito bacana esse blog de voces que interage nutrição, alimentação e culinaria e até um toque de humor! Parabens! Falando nisso se puder visite minha loja virtual focada no nutricionista e estudante de nutrição! http://www.nutrioficio.com.br . Um abraço e ja estao no favoritos!

Deixe uma resposta