Pesquisa da Datafolha indica que o número de brasileiros com acesso à web é quase o dobro do que indicam as estatísticas que normalmente citamos. Isso muda muita coisa.

A F/Nazca fez uma pesquisa realizada pelo Datafolha sobre os hábitos de divulgação de conteúdos pessoais na internet. Mas a cereja da pesquisa acabou sendo outra coisa. O número de brazuquetas internautas é o dobro do que se acreditava.

São quase cinqüenta milhões de brasileiros acima de 16 anos na web. Podemos concluir com outras pesquisas (o que não é tecnicamente correto) que o número total (todas as idades) passa de 60 milhões.

E agora José?… O penúltimo bastião caiu. A web não tem poucos usuários. A web não tem pouca penetração na classe C.

Quem tinha alguma desculpa para não investir mais na web precisará ser criativo e inventar outra desculpa. Os 33 milhões, número de outros institutos, não era pouco, principalmente se levasse em conta que cerca de 56 milhões de brasileiros vivem abaixo da linha da pobreza.

Frente à população total, o número 33 ainda segurava uma boa desculpa em qualquer conversa de bar. Aliás, em conversa de bar eu sempre digo que – segundo o IBGE – o Brasil tem 11 milhões de deficientes visuais. Claro que muitos acessam a internet e muitos não são completamente cegos, mas no calor da conversa ninguém lembra disso.

Cinqüenta ou sessenta, é um tapa na cara. Mas não pára por aí.

E agora, José? O último bastião caiu. Temos 38% de penetração na classe C.

Muitos já suspeitavam dos números, até porque algo não batia. Quando se olhava o número de usuários ativos no MSN ou números de acesso à internet banking, os 33 milhões de usuários se mostravam um número muito conservador.

Como tive acesso à pesquisa antes, vocês não podem imaginar a vontade que eu estava de gritar isso aqui. Mas esperei a pesquisa ser divulgada para poder escrever sobre o assunto. Fecho aqui com o grito que estava engasgado.

SOMOS 60 MILHÕES! QUASE 40% DE PENETRAÇÃO NA CLASSE C!

Deixe uma resposta