Você ficou interessado em Michael Jackson depois da morte do cantor? Pois é, cyber-pilantras também.Eles estão aproveitando o interesse na morte de Jackson para mandar mensagens que infectam computadores com um vírus que pode roubar contas de bancos e senhas, de acordo com Gary Warner, da Universidade de Alabama, nos Estados Unidos. Warner e outros pesquisadores de perícia de computadores estão seguindo o spam, (ou mensagem de physing, para ser mais preciso), que foi lançado no dia 30 de junho, alguns dias após a morte do cantor.

“Estamos acompanhando estes cyber criminosos por trás deste spam e o vírus por várias semanas, mas somente ontem que eles mudaram a estratégia, ligando o vírus a um e-mail que afirma levar a um site que revela quem matou Michael Jackson”, afirma Warner. De acordo com Warner, o vírus já tinha sido divulgado de várias formas, até como um update do Microsoft Outlook, mas, com o aumento no interesse na morte de Jackson, os criadores do vírus decidiram mudar o método de entrega do vírus.

A mensagem diz “Michael Jackson foi assassinado… Mas quem o matou?”. Se a pessoa clica no link que leva à página que está na mensagem, o computador é imediatamente infectado com o vírus. De acordo com Warner, uma vez que ele chega ao HD do computador, o vírus pode roubar informações de contas bancárias e senhas do usuário.

O vírus também redireciona algumas buscas feitas pelo Google no computador infectado, levando o usuário a mais páginas infectadas, que então entram na lista dos mais acessados pelo Google. Isso faz com que os resultados que outros usuários achariam válidos são, na verdade, portais para outros programas de vírus, afirma Warner. [Scientific Blogging]

via hypeScience

Deixe uma resposta