Em resposta à mensagem do estudante Victor

Me espanta um estudante de engenharia ambiental não conhecer a política de produção da Melhoramentos Papéis (Sistema Florestais, Fomento Florestal, Manejo de Água, Manejo do Solo, Reflorestamento, Responsabilidade Social, Biodiversidade, Sustentabilidade, etc), pioneira no sistema de reflorestamento na Améria Latina e detentora do ISO 14000.

Favor note arquivo abaixo. Este trata da reciclagem do papel, sistema altamente poluente e nocivo ao meio ambiente. Quem diz é o “Estadão de São Paulo”. Será que a fonte é confiável???

‘Respeito e preservação do meio-ambiente’

Com o mundo todo voltando seus olhos para a preservação do planeta, quando somam-se as evidências do impacto da atividade humana sobre o meio ambiente, o desafio da Melhoramentos Papéis é dos maiores. Essa preocupação, entretanto, não é recente: desde que iniciou suas atividades, há mais de cem anos, A Melhoramentos Papéis tem constantemente investido energia e capital na preservação do meio-ambiente. É pioneira em reflorestamento, tratamento de detritos industriais e conservação de energia.

Suas fazendas, em Caieiras (SP), Bragança Paulista (SP) e Camanducaia (MG), têm áreas de preservação permanente maiores que o estipulado pela legislação, protegendo mananciais, rios, lagos e brejos. Na Fazenda Levantina, em Camanducaia, isso significa cerca de 47% de área de preservação. Assim também garantem a continuidade da colheita de sua matéria-prima, das espécies pinus e eucaliptus, e contribuem para a captação de gás carbônico, importante no combate ao Efeito Estufa.

Entre as atividades de conscientização ambiental realizadas em suas propriedades estão a Caminhada Ecológica, realizada anualmente na Fazenda Caieiras, onde cerca de 400 estudantes têm a oportunidade de conhecer suas práticas ambientais. Na Escola Rural Particular Alice Weiszflog, em Camanducaia (MG), realizam a Semana da Reciclagem do Lixo, envolvendo não só alunos, mas toda a comunidade, com atividades de conscientização durante cinco dias. O material recolhido pelas cerca de mil pessoas participantes do evento é destinado à reciclagem.

Desde o início de suas atividades produtivas em 1890, a Companhia Melhoramentos se preocupa com a questão do meio-ambiente e toma atitudes em prol da preservação da natureza. Essa preocupação com o meio-ambiente se intensificou quando a fabricação de papel se tornou a principal atividade da Companhia. Na década de 1920, a Melhoramentos já aplicava o conceito de sustentabilidade, plantando suas árvores na mesma área, no mesmo solo, conseguindo culturas cada vez mais produtivas ao longo do tempo e garantindo a fertilidade da terra para as gerações futuras de árvores. Na mesma época, a Melhoramentos iniciou, de forma pioneira no Brasil, o reflorestamento planejado de suas áreas. Ela é precursora da produção sustentável de madeira para a fabricação de pasta celulósica e papel. Uma prova de sua sustentabilidade é o fato de ainda plantarem e colherem nestas mesmas áreas, há mais de 80 anos, obtendo rendimentos crescentes a cada ciclo. Para isso, a Melhoramentos Florestal utiliza as mais recomendáveis práticas de cultivo, protegendo o solo, os recursos hídricos, a fauna e a flora locais.

Hoje, a Companhia conta com uma empresa especializada, a Melhoramentos Florestal, responsável pelo gerenciamento de três grandes florestas: duas no estado de São Paulo, em Caieiras e Bragança Paulista, e outra na cidade mineira de Camanducaia. Em São Paulo, a principal espécie plantada é o Eucalyptus grandis, e em Minas Gerais, o plantio se concentra no cultivo de Pinnus – pinheiros. O plantio nessas áreas ocorre totalmente de acordo com as Leis Ambientais vigentes, e a sustentabilidade continua sendo um princípio fundamental para as atividades da empresa. Todo o plantio é feito em sistema de reflorestamento sustentável. Para cada árvore retirada, três mudas são plantadas.

Ao todo, são cerca de 17.000 hectares, sendo que 30% é área de preservação permanente, ou seja, mata nativa protegida e mantida pela Melhoramentos, que garante a preservação e o equilíbrio da fauna e flora naturais de uma extensa área da Mata Atlântica que está dentro de suas propriedades. Em Camanducaia, a proporção é ainda maior: 60% de todo o território pertencente à Melhoramentos é preservado e assegurado pela Companhia.

Vale destacar o incessante trabalho da equipe da Florestal para manter o equilíbrio do meio-ambiente, seja respeitando os mini-bosques que surgem entre as plantações de eucaliptos e pinheiros, seja na preocupação com os animais selvagens que às vezes saem de seu habitat e são reintegrados, com muita atenção e cuidado, em seu ambiente natural. No caso das cobras encontradas, essas são levadas para o Instituo Butantã, em São Paulo, onde são tratadas propriamente e utilizadas para a produção de antídotos.

As unidades fabris também mantêm atitudes ecológicas, principalmente em relação ao uso racional da água (a Melhoramentos Papéis retorna à natureza água em melhores condições do que aquelas no momento da captação), ao tratamento dos efluentes e à implantação de sistemas de coleta seletiva do lixo gerado. A produção de papel não emite poluentes nocivos à atmosfera e à camada de ozônio.

http://www.melhoramentosdi.com.br/pt/front/imagens/img_meioambiente_mudas.jpghttp://www.melhoramentosdi.com.br/pt/front/imagens/img_meioambiente_luizcanheiro.jpg http://www.melhoramentosdi.com.br/pt/front/imagens/img_florestal_ginastica.jpg
Viveiro – Clone de mudas                                         Luiz Cacheiro                                                Ginástica laboral

http://www.melhoramentosdi.com.br/pt/front/imagens/img_florestal_estacas.jpg Viveiro – Clone de mudas

http://www.melhoramentosdi.com.br/pt/front/imagens/img_florestal_colheita.jpg http://www.melhoramentosdi.com.br/pt/front/imagens/img_florestal_biometria.jpg

Clonagem via mini-propagação de estacas                            Biometria


PRODUÇÃO CLONAL DE MUDAS DE EUCALIPTO

Em substituição ao tradicional semeio, quando a muda é produzida via sementes, a Melhoramentos adotou a clonagem do eucalipto como principal sistema de propagação vegetal, cujas vantagens são a uniformidade dos plantios e maiores quantidade e qualidade da madeira.

Para otimizar o processo de clonagem, adequada infraestrutura e pessoal altamente capacitado fazem a diferença. Estufas, reguladores de luminosidade e irrigação, manejo nutricional e rígido controle produtivo fazem parte do contexto.

Outros fatos importantes sobre o Viveiro:

– Para economizar recursos naturais, a água da chuva é drenada para um grande tanque e depois utilizada na irrigação das mudas;

– Todo o efluente de fertirrigação das matrizes clonais também é reaproveitado, sendo lançado nos canteiros de mudas já adultas ou disponibilizado para a irrigação de campo, de forma racional e econômica;

– No Viveiro, são utilizados somente água, substratos orgânicos e adubos minerais, colaborando com a saúde do meio-ambiente e dos funcionários.

PLANTIO E MANEJO SILVICULTURAL
Preparar o solo, adubar, covear, plantar, cuidar da muda… e vê-la crescer, rapidamente, como um milagre da natureza.

Assim como no viveiro, são utilizados apenas insumos que não agridem o meio-ambiente e o homem, como herbicidas e iscas formicidas biodegradáveis e adubos minerais dosados de acordo com a necessidade de cada região.

REFLORESTAMENTO SUSTENTÁVEL
É de responsabilidade dos silvicultores a adoção de práticas conservacionistas que minimizem os impactos da monocultura implantada, através de ações como a manutenção de corredores ecológicos entre os plantios, respeito às áreas de preservação permantente, uso de insumos biodegradáveis etc. Exatamente como a Melhoramentos faz.

INVENTÁRIO FLORESTAL
Tão importante quanto plantar e colher é saber quanto de madeira há nos plantios, qual é o crescimento volumétrico das árvores e a estimativa futura de produção. Para isso há um eficaz gerenciamento de dados que geram as informações decisórias, obtidas de equações e fórmulas matemáticas de elevada complexidade, determinadas com a maior precisão possível.

HUMANIZ+AÇÃO
É importante destacar que toda essa intensa atividade na Melhoramentos Florestal ocorre nos princípios de respeito ao meio-ambiente e ao ser humano, de forma integrada. Todos os funcionários diretos ou terceirizados encontram, nas três Unidades, dignas condições de trabalho, clima de respeito, motivação e aperfeiçoamento profissional.

A Segurança do Trabalho age de forma proativa e focada na prevenção de acidentes.

A conscientização é difundida a todos, para que cada indivíduo e o grupo sejam os principais condutores da qualidade e da segurança em suas tarefas diárias.’

1 thought on “Em resposta à mensagem do estudante Victor

  1. Caros,

    O fato de ser uma publicação do Estadão não transforma a notícia em verdade absoluta. Muitos veículos de comunicação (e também o Estadão) publicam matérias pagas ou promocionais – E a matéria em questão é promocional.
    Agora, se vamos falar em autoridade no assunto, gostaria de sugerir o artido de José Maria Gusman Ferraz – Doutor em Ecologia, pesquisador da Embrapa Meio Ambiente, disponível no endereço: http://www.agsolve.com.br/noticia.php?cod=2097.
    A própria Melhoramentos diz que são 17000 hectares de floresta, sendo que apenas 30% é de mata nativa… sabem porque existem 30% de mata nativa? Porque é OBRIGAÇÃO LEGAL. A lei brasileira OBRIGA a manter a reserva de mata nativa, senão com certeza já teria sido plantado pinus ou eucalípto nesse espaço.

Deixe uma resposta