Como os aplicativos de comida mudaram o comportamento dos clientes e restaurantes

Nos últimos anos a tecnologia vem mudando o mercado dos restaurantes, influenciando principalmente em questões relacionadas ao faturamento. Essa transformação, entretanto, é resultante do surgimento de websites e aplicativos de comida, que reúnem (como uma versão moderna das praças de alimentação) diversas opções para aqueles que gostam da cultura do delivery.

Dados da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, a ABRASEL, mostram que o crescimento do número de pedidos em aplicativos de comido é de cerca de 1 bilhão por ano, sendo praticamente impossível não darmos os merecidos créditos à tecnologia, não é mesmo? Suas funcionalidades são um verdadeiro sucesso, conquistando cada vez mais o público ligado em novidades.

Como o aplicativo de comida transformou a relação dos consumidores com o restaurante.

Quem ganha é o cliente

A boa nova é que os restaurantes tem investido bastante nessa tecnologia, isso porque perceberam que os consumidores se renderam a pedidos feitos com smartphones, uma vez que é bem mais cômodo escolhermos em mãos entre vários estabelecimentos, tipos de comida, tempo de entrega e até mesmo, considerando avaliações feitas por outros consumidores.

Até pouco tempo, os resultados dessa pesquisa não seriam tão acessíveis, bastando agora alguns poucos cliques para que os aplicativos de comida relacionem os restaurantes mais adequados aos interesses dos consumidores, que também conseguem cadastrar seus cartões de débito ou crédito, sem precisar se preocupar com pagamento na hora da entrega.

E como fica pra os restaurantes?

Para os proprietários, esses aplicativos são uma ótima estratégia pra se destacar entre os demais estabelecimentos e faturar um pouquinho mais no final do mês, isso porque o número de pessoas conquistadas por esse tipo de serviço é cada vez mais crescente, sendo também uma possibilidade para alcançar pessoas que de outras formas não seriam atingidas.

Então, em síntese, procure não pensar muito no seu cliente, mas como seu cliente, pois os restaurantes que certamente sobreviverão aos novos moldes tecnológicos serão aqueles que marcarão, de alguma forma, os consumidores com soluções inovadoras. Portanto, seja receptivo, adapte-se!

Deixe uma resposta