Como criar uma rotina de estudos?

Estudar às vezes é uma tarefa complicada, né? E pra quem sonha com uma aprovação no vestibular, organização é praticamente tudo. Saber quantas horas se dedicar, quanto tempo descansar ou até mesmo, como distribuir os conteúdos no dia a dia é fundamental pra fazer a semana render. Que cada estudante funciona de um jeitinho, a gente sabe, mas montar um plano de estudos pode ser uma forma de controlar a situação e deixar você bem mais próximo dessa famigerada vaga.

E essa é, sem dúvidas, uma das atividades que mais causam uma dorzinha de cabeça na grande maioria dos estudantes, que muitas vezes ficam em dúvida principalmente pra montagem de cronogramas que estejam de acordo com suas realidades. Quer se sair bem nas provas, mas anda meio perdido e inseguro? Então, cola na gente, que reunimos algumas dicas que podem ser bem úteis pra um plano de estudos que realmente atenda todas as suas necessidades.

Como se organizar e criar um plano de estudos?

Definindo uma rotina

Como estão suas horas? Quanto tempo disponível você tem pra estudar? Reveja suas atividades e, dependendo, reprograme seus compromissos. Pra quem estuda só um período e tem o resto do dia livre, estudar entre 5 e 8 horas as matéria que teve no dia é interessante, dedicando cerca de 1 hora para cada uma delas (com uma pausa de 10 a 15 minutos entre cada). Já pra quem faz cursinho, seguir o conteúdo programado pelas apostilas é uma boa, sempre intercalando entre exatas e humanas.

Pra quem concilia cursinho com um emprego, diversos fatores como rotina, flexibilidade de horários e até mesmo o próprio cansaço influenciam bastante. Por isso, é importante aproveitar ao máximo não apenas as aulas, mas também as pequenas brechas ao longo da semana pra ler o que foi passado e fazer exercícios. Se em cada intervalo for possível fazer mais ou menos 5 deles por dia, já serão 25 práticas a mais por semana, ou seja, vale muito a pena!

Como melhorar meus resultados?

Aprendemos errando, né? E isso não acontece quando assistimos uma aula, mas quando fazemos exercícios. O ideal mesmo é assistir as aulas em um período e praticar no outro, isso ajuda a fixar e compreender o conteúdo, e não apenas a decorar. Vale até pegar provas mais antigas de vestibulares que você deseja prestar e resolvê-las de tempos em tempos, sempre verificando quais foram as maiores dificuldades e se dedicar mais a isso. Crie um plano de estudos e estude todos os dias no mesmo horário, desse jeito você cria uma rotina e desenvolve um hábito bastante saudável de estudo, se concentrando melhor e mais rapidamente.

E como fica no final de semana?

Nos finais de semana os horários são meio diferentes, né? A gente quer aproveitar pra descansar, por isso pode ser complicado deixar as atividades em dia. Mas se vale a dica: os estudos não devem parar, mas podem diminuir o ritmo! Nesses dias basta fazer uma espécie de resumo da semana, nem que seja meia horinha por matéria. Mas lembre-se: lazer e descanso são essenciais pra começar uma nova semana bem disposto. Então, reserve um tempo pra família, pros amigos e pra todos os eventos que você não conseguiu remarcar.

Uma forcinha extra

E aí, gostou das dicas, mas ainda precisa de uma forcinha extra? Confira o Quizlet, um app que ajuda na criação de listas próprias de estudo, sempre de acordo com os conteúdos e o tempo que você tem disponível pra aprender. A plataforma também envia lembretes, não deixando que ninguém se esqueça de fazer suas sessões e lições diárias!

Se conseguir estudar todo dia um pouquinho de tudo, pelo menos você dominará o básico de cada assunto, aumentando e muito as chances de acertar mais questões e se sair cada vez melhor! Só ler os materiais nunca é suficiente, a lógica é sempre revisar suas anotações e praticar o que aprendeu por meio de muitos exercícios. E lembrando que: não faz sentido se planejar se você não se comprometer com essa tarefa. Então, mãos à obra!

Deixe uma resposta