Como é o dogão nas diferentes regiões do Brasil?

O cachorro-quente é uma invenção tipicamente norte-americana que combina pão sovado com uma deliciosa salsicha, além de ingredientes como molho agridoce, picles à base de pepino, mostarda e o famigerado ketchup. Entre os brasileiros a coisa é um pouquinho diferente, com recheios variando bastante dependendo da região do país. Quer saber como diferentes lugares turbinam seus lanches? Chega junto com a gente!

Dogão da Bahia

Como é o cachorro-quente da Bahia?
REPRODUÇÃO / MEU LIVRO DE RECEITAS

Quem conhece os baianos muitas vezes nem imagina o quanto são ligados num cachorro-quente, né? E o purê de abóbora com azeite de dendê aparece como um de seus complementos favoritos.

Dogão do Distrito Federal

Como é o cachorro-quente de Brasília?
REPRODUÇÃO / COZINHANDO PARA 2 OU 1

Apaixonados por temperos picantes, o grande sucesso do dogão de rua dos brasilienses fica por conta da pasta de alho, que incrementa o lanche acrescentando sabores marcantes.

Dogão de Minas Gerais

Como é o cachorro-quente dos mineiros?
REPRODUÇÃO / RECEITAS GSHOW

Preparados de um jeitim saboroso, os mineiros apostam em versões que levam não apenas rapadura, como também pedaços de bacon, milho, pimenta biquinho em conserva e pimentão.

Dogão do Pará

Como é o cachorro-quente dos paraenses?
REPRODUÇÃO / EXPEDIÇÃO PARÁ

Todo mundo gosta de um bom molho, né? E no Pará não é diferente. O mais famoso entre os paraenses é feito com tucupi (líquido extraído da mandioca) e folhas de jambú. O picadinho, vinagrete e repolho picadinho também são muito consumidos!

Dogão do Paraná

Como é o cachorro-quente prensadão no Paraná?
REPRODUÇÃO / MEGA X DO ALEMÃO

Consagrado como uma das comidas favoritas dos paranaenses, aparece com recheios tradicionais e até mesmo em versões veganas, sendo tipicamente prensado e servido com maionese verde.

Dogão da Paraíba

Como é o cachorro-quente da Paraíba?
REPRODUÇÃO / NIDE LINS

O caso aqui é bastante curioso, isso porque os paraibanos diferenciam hot dog de cachorro-quente: o primeiro é feito com salsicha, enquanto o segundo ganha carne moída.

Dogão de Santa Catarina

Como é o cachorro-quente dos catarinenses?
REPRODUÇÃO / OBA GASTRONOMIA

Entre os catarinenses é completamente normal encontrar o lanche recheado com chucrute, ou seja, uma espécie de de repolho cortado em tiras bem fininhas fermentadas com salmoura.

Dogão de São Paulo

Purê de batata no cachorro-quente dos paulistas?
REPRODUÇÃO / MARIA CHIC BLOG

Pros paulistas o purê de batatas é obrigatório, mantendo todos os outros ingredientes juntinhos. Tem também o dogão servido no prato, finalizado por uma pirâmide de batata-palha.

Dogão do Rio de Janeiro

Ovo de codorna no cachorro quente do Rio de Janeiro?
REPRODUÇÃO / DU BÃO HOT DOG

Acrescentar um ovo de codorna é bastante comum no Estado, mas já pensou num cachorro-quente com algumas uvas-passas? É isso mesmo, os fluminenses fazem essa mistura!

Dogão mais caro do mundo

Quanto custa o cachorro-quente mais caro do mundo?
REPRODUÇÃO / GSHOW

Custando 2 mil dólares, o dogão mais caro do mundo é servido em Nova York. Com salsicha de carne de boi da raça japonesa Wagyu; pão de brioche torrado com manteiga de trufa branca, ketchup e mostarda francesa; cebolas caramelizadas com vinagre balsâmico; chucrute refogado com champagne; caviar e relish de picles, é finalizado com uma folha de ouro por cima. Vai encarar?

Que os ingredientes mudam, a gente sabe, mas se tem alguma comida mais democrática que cachorro-quente, eu desconheço! Seu Estado não apareceu por aqui? Então, comenta com a gente se por aí tem um ingrediente diferentão, que o restante da galera não tá acostumado a acrescentar! E corre pro IGTV do aiqfome, que testamos algumas das receitas apresentadas aqui!

Deixe uma resposta