A origem da pizza

Ao que tudo indica, a história da pizza começou há 6 mil anos, com uma mistura que envolvia farinha, água, hebreus e egípcios. Mas há controvérsias, parece que um pouco antes os gregos já se arriscavam em fazer essas massas à base de grão de bico.

Os muçulmanos também mantiveram essa tradição culinária ao longo da Era Medieval e, durante as Cruzadas, esse costume desembarcou de mala e cunha na Itália, mais precisamente no porto de Nápoles e foi aí que tudo aconteceu, meus caros.

Os donos do pedaço

Os napolitanos acrescentaram ervas da região e o tradicional azeite de oliva à massa, mas a fama da pizza começou mesmo quando o tomate, recém-chegado da América, ganhou destaque no preparo da iguaria.

No princípio, a pizza não era nada sofisticada, ela era um prato usado para alimentar os pobres. A receita geralmente vinha acompanhada de peixe frito e queijo, até que um padeiro bem empreendedor, chamado Raffaele Espósito, decidiu preparar uma pizza com as cores da bandeira italiana: branco, vermelho e verde para o Rei Umberto I e da Rainha Margherita.

Os ingredientes utilizados foram: tomate, manjericão e muçarela. A rainha se apaixonou tanto pelo sabor que Raffaele batizou o prato de quê? Isso mesmo, Margherita!

De lá pra cá, o mundo todo se tornou faminto por essa obra gastronômica da realeza.  

No BR, a pizza chegou junto com os imigrantes italianos e se disseminou país afora como uma paixão nacional.

Celebração oficial

Para quem não sabe, a pizza tem até um dia para chamar de seu. Estabelecido em 1985, o 10 de julho é oficialmente o DIA DELA. Muito merecido sim!

Tudo acaba em pizza

Sempre que a gente quer demonstrar insatisfação política, essa é a expressão que melhor define o nosso sentimento. Mas como é que uma coisa tão boa como pizza foi parar no meio dessa conotação tão negativa?

Bom, o bordão se popularizou durante a crise política que se instaurou durante o período Fernando Collor, na década de 90. A primeira pessoa a usar o bordão foi o jornalista Milton Peruzzi, 30 anos antes.

Em 1960, o Palmeiras estava passando por uma turbulência daquelas; e uma cúpula de dirigentes do time precisou se reunir no clube por mais de 14 horas, para tentar manter o verdão em campo e fazer dele a bola da vez novamente.

Quando a reunião, finalmente, teve fim, a galera pediu 18 pizzas enoooormes para comemorar e inspirou o título da matéria do repórter que estava presente no local, que ficou assim: “Crise do Palmeiras termina em pizza”.

Depois desse episódio, a citação passou a ser utilizada sempre que um escândalo sem punição ou atitudes sem consequências aconteciam. Por isso ela ressurgiu com força durante os meses que antecederam o impeachment do presidente Fernando Collor.

Rodízio no tema

Deixando um pouco a política de lado, vamos ao que interessa de verdade: esse nosso papo aqui vai acabar em pizza ou não?

Se a resposta for sim, nada melhor que uma forcinha do app mais fominha do Brasil. Escolha seu restaurante preferido e o recheio do dia no aiqfome, que, em instantes, o seu desejo estará batendo em sua porta.  

Tá sem grana?

Mate a sua fome de curiosidade sobre pizzas acessando essa matéria aqui.

Troca uma ideia com a gente!